Solidariedade em campo e nas redes: homenagens às vítimas do incêndio marcam a rodada

Na primeira rodada após o incêndio que matou dez jovens da base do Flamengo no CT do clube, os jogos do fim de semana foram marcados por muita emoção e homenagens às vítimas da tragédia no Ninho do Urubu.

Algumas declarações sobre o incêndio ganharam destaque na rodada. Um delas é a de Omar, goleiro da Caldense, que perdeu a mãe na última semana e, sofrendo também com sua própria dor, deixou uma mensagem para os familiares das vítimas.

Outro depoimento emocionante foi o de Nathan. O volante da Ponte Preta perdeu o primo Pablo Henrique na tragédia.

Algumas homenagens vieram de jogadores que marcaram gols nas partidas do fim de semana. Léo Silva marcou o gol da vitória do Atlético-MG sobre a Caldense e deixou uma mensagem para as famílias das vítimas.

Na goleada do Grêmio sobre o Avenida, Everton também deixou seu recado e exibiu uma faixa onde aparecia escrito "#ForçaFlamengo".

As homenagens também foram numerosas fora dos gramados. Na Gávea, sede administrativa do clube, torcedores do Flamengo e de equipes rivais se reuniram para um abraço simbólico no local.

 Os meninos do Ninho do Urubu foram lembrados em diversos locais do brasil e do mundo.

Um dos clubes internacionais a fazer homenagem às vítimas do incêndio foi o Milan. Em uma partida da base, jogadores do clube exibiram uma camisa com o nome do clube brasileiro.

Um momento muito especial aconteceu na vitória do Milan sobre o Cagliari por 3 a 0. Formado na base do Flamengo, onde viveu seus dias de garoto do Ninho do Urubu, Lucas Paquetá marcou seu primeiro gol com a camisa rossonera, prestou homenagem às vítimas e se emocionou bastante.

Toda força aos amigos e familiares das vítimas.

Globo Esporte

 

 
 
 

 

 
 

Informações

Autor: Web Rádios

Data: 11/02/2019 10:31

Acessos: 9 Acessos