Inter vence o Alianza Lima e mantém 100% na Libertadores

O Internacional venceu o Alianza Lima, do Peru, por 2 a 0, nesta quarta (13), no Beira-Rio, pela segunda rodada do grupo A da Libertadores. Construído com dois gols de Nico López, o resultado mantém o time colorado com 100% de aproveitamento, em primeiro na chave.

Com seis pontos, o time de Porto Alegre tem quatro de vantagem em relação ao segundo, River Plate, que empatou com Palestino também nesta quarta. O Alianza soma um ponto.

O próximo compromisso pela competição continental será dia três de abril, contra o River Plate, novamente no Beira-Rio. Já o Alianza encara o Palestino, dia dois. Antes disso, o time tem Gre-Nal pela frente no domingo. O clássico é válido pela penúltima rodada da primeira fase do Campeonato Gaúcho.

NICO LÓPEZ É O PESADELO DA DEFESA PERUANA

Nico López foi letal. O atacante jogou aberto pela esquerda, mas seu movimento orientado pelo comando técnico deu certo logo de cara. Com a ausência de um centroavante típico, já que Sobis foi escalado na função, Pottker não cruzou na área, mas contou com o uruguaio centralizando em troca de passe para rolar. Ele bateu e fez o primeiro. Em seguida, com lançamento de Sobis, o estrangeiro driblou duas vezes a marcação até fazer o segundo. Sobrou em campo.

CUBA É VÍTIMA DE NICO

Escolhido pelo técnico Miguel Ángel Russo para marcar Nico López, o lateral Rodrigo Cuba sofreu. Foi driblado uma série de vezes e não conseguiu acompanhar o jogador do Inter. Viu partir dos pés dele a definição do jogo.

SOBIS SE FIRMA

Rafael Sobis conquistou a posição de titular e parece ter firmado pé nela. Após marcar contra Palestino e Aimoré, desta vez deu assistência em um lançamento longo para o segundo gol de Nico López. Além disso, deu ao Inter opções de construção de jogadas pelo chão, diminuindo a insistência em cruzamentos. Conseguiu tramar com centrais e extremas e teve importante função na pressão aos jogadores de saída de bola do time peruano.

INTER ESMAGA O ALIANZA

O Internacional vestiu-se de Libertadores. Desde o primeiro minuto de bola, tratou de pressionar no campo do adversário e apresentar intensidade ímpar em disputas de bola. Conseguiu uma série de recuperações no campo de ataque graças às linhas adiantadas. Em uma delas, abriu o placar. Assim, "esmagou" o Alianza no campo defensivo e passou a repetir chances. Após os 15 minutos da primeira etapa, reduziu ritmo e, enquanto viu o adversário crescer, também observou espaços utilizados no gol seguinte.

ALIANZA ASSUSTA EM FALHAS DO INTER

Acuado pela pressão inicial do Inter, o Alianza Lima sofreu. Depois de errar uma série de saídas de bola, encontrou seus espaços e passou a se aproximar do gol. Obrigou, quando já perdia por 1 a 0, Marcelo Lomba a fazer uma defesa muito difícil. Mas não foi por meio de uma jogada construída com tranquilidade, e sim uma cobrança de falta com uma série de rebatidas dentro da área.

 

INTERNACIONAL

Marcelo Lomba; Zeca, Rodrigo Moledo, Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Edenílson, Patrick (Nonato), Pottker (D'Alessandro) e Nico López; Rafael Sobis (Pedro Lucas). Técnico: Odair Hellmann

 

ALIANZA LIMA

Gallese; Rodrigo Cuba, Hansell Riojas, Gonzalo Godoy e José Guidino; Tomás Costa, Cartagena e Luis Ramírez (Arroé); Kevin Quevedo (Felipe Rodríguez), Manzaneda e Ugarriza (Sanchez). Técnico: Miguel Ángel Russo

 

Estádio: Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)

Árbitro: Jesús Valenzuela (VEN) Auxiliares: Jorge Urrego e Lubin Torrealba (todos venezuelanos)

Renda: R$ 1.806.983

Público: 42.524 (total)

Cartões amarelos: Cartagena, Quevedo e Costa (ALI); Rodrigo Moledo e Cuesta (INT)

Gols: Nico López, do Inter, aos 8min e aos 19min do primeiro tempo

FolhaPress

Informações

Autor: Web Rádios

Data: 14/03/2019 09:30

Acessos: 21 Acessos