Coofamel alerta apicultores do Oeste do PR sobre importância da Nota do Produtor

O reconhecimento de uma região como grande produtora de mel está embasado em dados. A geração destes dados é feita a partir de documentos, caso da Nota do Produtor. A Cooperativa Agrofamiliar Solidária (Coofamel), compra o produto e emite a nota, o que gera o reconhecimento da atividade de uma forma geral. Este ano a entidade também está organizada para efetuar o pagamento do produto à vista, conforme o presidente, Antônio Schneider.  

Com a Nota do Produtor é possível provar e gerar números sobre a produção no município, além de gerar arrecadação, segundo Schneider. O pedido aos apicultores é para que o mel seja comercializado com a Coofamel, ou outra empresa, mas que haja a emissão da documentação.

De 2018 para 2019, conforme o presidente, houve geração de notas para 88 toneladas de mel, porém, a estimativa é de que foram produzidas aproximadamente 200 toneladas.

Cadastro

Além disso, a Agência de Defesa Agropecuária (Adapar), solicita que seja feito o cadastro dos apiários, uma forma de registro e comprovação da atividade. Conforme Schneider, a inexistência da documentação pode gerar problemas junto à Adapar futuramente.

Assessoria